Dica de segunda

Dica de Segunda: Será Bem Vindo Qualquer Sorriso (Bruna Caram)

*Por Beatriz Farias

Ei você que lê este texto agora! Deixo aqui a minha sugestão: caso o senhor esteja conformado com a vida, goste do tédio, da rotina, das coisas mal resolvidas e da mesmice, continue rapidamente para que se deixe convencer por este CD, ou pare agora mesmo, a moça que eu te mostrarei canta logo na terceira música: “Pra se ouvir tem que haver coragem”, mas não para por aí, para ouvir “Será Bem Vindo Qualquer Sorriso” também, e não vá coloca-lo de plano de fundo na primeira ouvida e ir ler um livro qualquer, mergulhe.

bia Bruna

O CD da Bruna Caram chegou a minhas mãos em um amigo secreto no começo do ano (percebe-se aqui a graça de uma lista de desejos, poderiam ser meias), havia a vontade de algo leve para ouvir nas férias ensolaradas, sair por aí dançando, sorrindo e sendo simpática com desconhecidos. Mas logo que passa a alegria convidativa da primeira música percebi que teria que me esforçar um pouco mais.

“Chegou a hora de dar um breque na sua vida

Chegou um tempo de dar um tempo no que se passou

A culpa é sua se lá na rua tem muita gente sem saber viver

E eles todos todo dia só caindo em cima de você”

A advertência dada na segunda música é clara, você larga qualquer outra coisa que está fazendo e começa a se sentir desconfortável na zona de conforto; a canção é de Zé Rodrix, mas a bofetada na cara foi dada pela Bruna. Com músicas de diversos compositores, não se estranha quando ela afirma com propriedade: “A minha teimosia é uma arma pra te conquistar, eu vou vencer pelo cansaço até você gostar de mim, mulher”, Jorge Bem Jor deve ter acreditado plenamente (eu acreditei). Tanta autoridade na forma de dizer as palavras mostra com clareza a mensagem a ser passada, “todas as músicas foram escolhidas por suas letras” segundo a cantatriz ao Showlivre; o que não fez com que os arranjos tivessem qualidade inferior a outras versões, e não desse gosto a ouvidos técnicos ou amadores de diversos lugares.

bruna 2

Venha me beijar de uma vez, você pensa demais pra decidir, venha a mim de corpo e alma, libera e deixa o que for nos unir, não vá fugir mais uma vez, vença a falta de ar que a flor do medo trás. Tente pensar: pode até ser mal e tal, mas pode até ser que seja demais.”

 

Cantando Djavan (música acima) é comum que o riso venha fácil, que os ombros pesem com a relação gasta de Amanhecendo (Pedro Viáfora, Leo Bianchini e Caê Rolfsen), ou ainda sentir um frio na barriga e a sensação de liberdade em Peito Aberto (Dani Black), que encerra. O disco ainda conta com um frevinho escrito pela própria Bruna e mais outro tanto de artistas que tiveram suas músicas renovadas por uma voz que se vê o sorriso ao ouvir, com talento e carisma de sobra. Bruna Caram fez um cd para adolescentes apaixonados sofrendo de amor, senhores curiosos para entender o que é feito hoje em dia, ou qualquer pessoa que queira aproveitar os sorrisos e sutilezas da vida. Bem vindissímos.

* Beatriz Farias não é formada, não tem curso superior nem vergonha de escrever em terceira pessoa fingindo que não é ela. Gosta de gostar das coisas e são dessas coisas que ela fala aqui

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s