Abre Aspas / Especial HQ / Literatura

Memória em quadrinhos: Carolina, sua vida vai ser linda

Biografia em HQ como trabalho de conclusão de curso, conheça o projeto de Luara Almeida

* Por Meiri Farias

O que era para ser somente um TCC, se transformou em um resgate biográfico e um projeto de incentivo a preservação da memória. Tudo em quadrinhos. Luara Almeida, 21 anos, estuda Design Gráfico e encontrou uma forma criativa de encerar o curso.

Imagem: Página do projeto

Imagem: Página do projeto

O projeto “Carolina, sua vida vai ser linda” conta a história de Carolina Seixas, bisavó da Luara, que migrou da Itália para São Paulo em 1920. A proposta é utilizar a paixão de Luara pelos quadrinhos para relatar o encontro entre o passado e presente na relação com a bisavó e suas experiências no país. Desmontando clichês e trazendo um tema incomum para o universo dos quadrinhos, o trabalho apresenta relevância histórica e social ao resgatar culturalmente hábitos e cenários de outra época.

Além disso, a artista está lançando uma campanha de financiamento coletivo para arrecadar fundos para a publicação do livro! saiba mais na entrevista a seguir e no site do Catarse.

Armazém de Cultura: Para começar: Qual é o seu curso? Como chegou até o quadrinho no TCC?

Luara Almeida: Estou no último semestre de Design Gráfico. Durante o curso tive acesso a diversas áreas do design e, a princípio, pensei em seguir o caminho da animação ou livro ilustrado, que também gosto muito. Quando comecei a ter aulas de história em quadrinhos, com o professor Luiz Gê, um grande quadrinista que faz parte da história dos quadrinhos nacionais, que atualmente é o meu orientador, passei a me interessar muito mais pela área. Comecei a ler e estudar mais os quadrinhos, me apaixonando por esta forma de contar histórias por meio de imagens. Assim, na época do TCC, os quadrinhos me escolheram!

AC: Poderia contar um pouco mais sobre a escolha do tema? Tem a ver com a sua bisavó, certo?

Carolina Seixas em 1924

Luara: Certo! Meu projeto é a biografia da minha bisavó, contada em forma de história em quadrinhos. Minha relação com ela é forte desde que eu nasci, pois ela cuidou de mim por muitos anos, e neste tempo, ouvi muitas lembranças de sua vida, que ela contou para mim e para toda a família, normalmente em volta de uma mesa em almoços ou jantares bem italianos! Ela é uma pessoa extremamente querida por todos que a conhecem, é engraçada e alegre. Sempre tive vontade de registrar suas memórias em um livro, mas os quadrinhos me possibilitaram registrá-las em forma de imagens, como eu sempre imaginei. Este livro é uma conversa entre minha bisavó e eu, por isso o presente e o passado se misturam durante toda a história.

AC: Sabemos que no Brasil ainda existe uma dificuldade e, talvez, um certo preconceito em relação as histórias em quadrinho que pairam em um espaço entre o desenho e a literatura. Você vai por outro lado e utiliza do meio como resgate histórico, um trabalho de memória. Poderia comentar um pouco sobre? Você nota essa dificuldade de mostrar histórias em quadrinhos como um produto para qualquer público?

Luara: Acho que o mercado dos quadrinhos no Brasil está crescendo e alcançando um público cada vez maior, mas ainda existe sim um pré-conceito e uma ideia de que histórias em quadrinhos são apenas para crianças e que seus personagens são sempre super-heróis. Meu projeto trata de um tema não muito comum neste meio, e que acho muito importante para a cultura geral. O registro da nossa própria história, o resgate de costumes e hábitos de outras épocas e cenários é importantíssimo em uma época em que tudo é descartável. O valor que é dado à família e a ancestralidade em outras culturas precisa ser incentivado em nosso país.

A dificuldade é mostrar uma história tão profunda com um traço mais simples, visto por muitos como infantil. Mas acho que é só enfrentando os desafios que podemos quebrar os preconceitos existentes e tornar real aquilo que acreditamos, independente do estilo ou história que queremos contar. Quero que meu livro seja lido por qualquer pessoa.

Imagem: Página do projeto

Imagem: Página do projeto

AC: Vamos falar de referências: O que você lia (tanto de quadrinhos como outras formas de literatura) quando era criança? Algum autor influenciou sua forma de desenhar?

Luara: Ler e frequentar livrarias sempre fez parte da minha vida. Aprendi a ler com os quadrinhos da Turma da Mônica, que me acompanham até hoje. Além disso, gostava de ler livros de aventura e sempre adorei os contos de fadas!
Eu sempre gostei muito dos livros ilustrados, e um artista que sempre admirei pela delicadeza das cores e traço, foi Stephen Michael King. Outras influências foram Bill Watterson, nos geniais quadrinhos do Calvin e Haroldo e Mauricio de Sousa com a Turma da Mônica, que tem em comum a simplicidade no traço e personagens que ganham vida, em situações do cotidiano.

AC: E que artistas acompanha e indica para quem se interessa pelo seu trabalho?

Luara: Além dos já mencionados Bill Watterson e Mauricio de Sousa posso citar alguns artistas e obras que eu admiro e que posso indicar: Craig Thompson, Skottie Young, Jill Thompson, Jim Davi, Liniers, Vitor e Lu Cafaggi, Gustavo Duarte, Eduardo Damasceno e Luis Felipe Garrocho.

Além dos quadrinhos, posso indicar o livro “Anarquistas Graças a Deus”, da Zélia Gattai que me influenciou na realização deste projeto, já que me fez lembrar muito do que minha bisavó contava. Biografias (contadas de qualquer forma, quadrinhos ou não), são sempre ótimas leituras e as animações de Walt Disney, uma grande inspiração para mim.

Foto: Página do projeto

Foto: Página do projeto

AC: Qual é o plano para depois do TCC? pretende continuar o projeto, tentar publicar?

Luara: Pretendo continuar estudando, principalmente dentro da área de histórias em quadrinhos, desenvolvendo novos projetos e ideias. Sobre o meu projeto “Carolina, sua vida vai ser linda”, tentarei viabilizá-lo por meio de um site de financiamento coletivo e, futuramente, buscar uma publicação através de alguma editora.

Saiba como contribuir com o projeto no Catarse:

 

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s