Abre Aspas / Especial HQ

Cartoondise: Cotidiano em Quadrinhos

Rayla Oliveira se inspira no dia a dia para criar suas tirinhas com humor, romantismo e criatividade

* Por Meiri Farias

De tanto lidar com quadrinhos no cotidiano (até nas páginas dos seus livros da escola), Rayla Oliveira decidiu inverter e colocar o cotidiano em quadrinhos. E assim nasceu a página Cartoondise (Cartoon + Paradise).

10390577_249912851876163_9016566514041553849_n

Imagem: Cartoondise

Trechos de música se transformam em aquarelas, fatos engraçados como a confusão de não saber o que fazer em aniversários por exemplo, pode se tornar uma tirinha. Rayla tem 16 anos, é de Fortaleza e usa o seu dia a dia para produzir seus desenhos. Desenhos estes que ganharão versão impressa: Rayla faz parte do projeto “Mulheres nos quadrinhos” que reúne trabalhos de artistas dos mais variados artistas e publicará o livro custeado via financiamento coletivo.

Confira nossa conversa com Rayla e seu trabalho:

AC: Vemos que ainda falta visibilidade para mulheres que desenham ou produzem quadrinhos. É um meio machista? Poderia indicar outras meninas que estão produzindo um trabalho interessante nesse sentido?

Rayla: As mulheres ainda estão ganhando espaço no mercado de trabalho e nesse ramo de quadrinhos também, aos poucos estamos impressionando cada vez mais pessoas com nosso trabalho e acho que isso ainda vai crescer muito!

Eu indico a Manzana, sou muito fã da página dela, faz quadrinhos incríveis e participa de um projeto “Batata Frita Murcha” que é super legal.

Imagem: Cartoodise

AC: Falando nisso, como foi participar do projeto ” Mulheres Nos Quadrinhos – O Livro”? Quando teremos novidades sobre o livro?

Rayla: Foi uma experiência muito boa, e ainda está sendo já que agora estamos indo para o processo do design do livro para mandar fazê-lo! Eu estarei no segundo livro (o azul) e ele ainda não está pronto, mas a Roberta está fazendo um  óoootimo trabalho para que tudo saia direitinho!

AC: Quais foram suas primeiras influências no quadrinho e na literatura? O que costumava ler quando criança?

Rayla: Eu me inspiro muito para fazer alguns desenhos nas artes da Frida Khalo, sou muito fã dela! Já os quadrinhos, eles vieram repentinamente. Eu tinha ganhado um sketchbook da minha mãe, ai comecei a fazer quadrinhos baseados no dia a dia. Não sei dizer ao certo algumas influências, eu via alguns quadrinhos soltos pelo Facebook, também nos meus livros de português (que sempre tem tirinhas), e resolvi fazer também, mas gosto muito do trabalho do Liniers que faz as tirinhas do Macanudo e também dos quadrinhos do Quino que faz as tirinhas da Mafalda.

Imagem: Cartoodise

Imagem: Cartoodise

Quando eu era criança, não me lembro muito bem, mas eu lia livros de historinhas infantis mesmo, aqueles de princesa, os quadrinhos da Turma da Mônica e do Menino Maluquinho.

AC: E atualmente, que trabalhos você acompanha?

Rayla: Acompanho muuitos trabalhos! Pelo Instagram e Facebook tem os desenhos do Willian Costa (Will Costa Illustration), os da minha amiga Letícia Maia (Infinito Particular), da Manzana (Manzana), do Rafael Uzai (@rafaeluzai) que é um artista que eu encontrei assistindo um programa sobre surfe – Custo Zero – que passa no canal Off da TV por assinatura. São muitos mesmo que não dá pra citar todos aqui!

3 thoughts on “Cartoondise: Cotidiano em Quadrinhos

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s