Cinema / Especial Oscar 2015 / Questão de Opinião

Birdman: A decadência da indústria de entretenimento

kkkok

* Por Jussane Pavan

Birdman, ganhador do Oscar de 2015, é o olhar crítico e minucioso do diretor Alejandro Iñarritu sobre a vida dentro da indústria do entretenimento e como ela destrói as pessoas e suas relações. O filme retrata o impasse psicológico de um ator que viveu com a fama hollywoodiana de ter interpretado um super-herói meio pássaro e meio homem e que resolve conquistar o prestígio de ser um ator da Broadway.

11003921_696113493833015_1245479029_n

A primeira boa ideia de Iñarritu foi escalar o ex-Batman, Michael Keaton. Depois de muitos anos sem realizar nenhum papel importante, o ator volta ao sucesso exatamente para iluminar a questão do estigma que os atores que interpretam super-herois sofrem.

Do protagonista frustrado e desmotivado surge uma gama de coadjuvantes que enriquece a grande alegoria que Iñarritu faz para realizar sua crítica à indústria de entretenimento. O ator que é o sucesso da vez e que vive a realidade no palco, mas não consegue viver a realidade da vida (Edward Norton); a atriz que se envolve com colegas de trabalho e tem essas relações como parâmetro para sua interpretação no palco (Naomi Watts); o produtor que está sempre seguindo ordens e precisa arranjar dinheiro tanto para o espetáculo quanto para o luxo dos atores (Zach Galifianakis); a filha do protagonista, esquecida pelo pai, carente, alienada, solitária e drogada (Emma Stone); e até aparece a crítica de teatro ressentida e com a opinião já formada que vai definir o destino daquilo que se deve ou não assistir na Broadway.

11006186_696113810499650_828881913_n

Alejandro, à sua maneira característica, mistura essas caricaturas do mundo real à ilusão. Podemos, portanto entender tanto o exterior do protagonista, quanto tudo aquilo que passa em sua mente, pensamentos  alucinações. A utilização quase que constante do plano sequência mostra cada detalhe das ações e segue os personagens por todos os cantos do teatro, nos camarins, coxias e palco. A união entre a realidade, a ilusão e a câmera faz com que o espectador seja quase como um espião que está vendo a derrocada da indústria do entretenimento.

A premiação de Birdman como melhor filme de 2015 mostra que, de fato, o longa foi impactante e que as críticas apontadas por Iñarritu são relevantes para o mundo do entretenimento que hoje está em todos os lugares e comanda tantas outras indústrias pelo mundo afora.

Direção: Alejandreo González Iñarritu. Elenco: Michael Keaton, Zach Galifianakis, Edward Norton

Duração: 119 min.    Classificação: +16

Trailer:

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s