#1anodeArmazém / Abre Aspas / Música

As paisagens sonoras Carlinhos Cruz

Abre Aspas *Por Meiri Farias

Carlinhos Cruz acha que é uma evolução se sentir a vontade para cantar em outras línguas. “A gente mistura a cultura musical, mas a língua é a maior marca. Agora eu estou mais aberto para cantar em inglês, espanhol. Se eu sentir que for verdadeiro, eu vou cantar, não vou perder minha brasilidade”. O músico paulistano que já tocou em diversos lugares da Europa como Berlim, Londres, sul da França, Lisboa e Dublin, defende que sua identidade, sua brasilidade se encontra na forma de cantar e não no idioma. A recepção ao seu trabalho é positiva em português “A música já chega por si só. O que mais ouço é ‘não entendi nada mas adorei'”, conta. Por que então, não se fazer entender ainda mais? É nesse espírito que Carlinhos se prepara para retornar a Dublin onde morou durante quatro anos e lançou sue primeiro EP “Do outro lado” em maio de 2013. Nesse trabalho teve a contribuição de artistas de vários lugares do mundo e até mesmo brasileiros de diferentes partes do país, com culturas com a  qual não teve contato necessariamente. Com tantos sons, olhares (e ouvidos) diferentes, o resultado só poderia ser uma mistura organizada conectada com diversas partes do mundo. Mas o risco existiu “Eu quis comprar o risco, gravar com irlandês que não manja de música brasileira, não conhece as texturas. É um risco grande, pode ser que seja legal para descobrir uma coisa que um produtor brasileiro talvez não faria. E tem o resto de não entender o que você quer passar. Eu corri o risco e achei legal. Faria de novo numa boa”, conta. E valeu a pena.

a0528480469_10

Turista “Do outro lado” é um CD turista e não apenas porque a palavra nomeia a segunda música do EP, mas pelo passeio que proporciona por sentimentos de saudade, descoberta, liberdade e movimento. Mesmo sem a intenção de fazer um trabalho temático é fácil identificar essas sensações percorrendo as seis canções que compõe o disco “Como existe essa tônica de viagem, existe uma identificação do público, quem viaja gosta mais”, explica. O repertório é formado por duas músicas do músico paulistano Edu Sereno – Turista e Nega (eu sou assim) – e por quatro composições suas, entre elas duas parcerias parcerias. “É o que eu tava vivendo no momento, foi legal conseguir transformar em música isso, as vezes é difícil”, explica exemplificando que nem sempre a música surge de uma vez e muitas vezes se trata de um processo demorado. 10918995_915871025099215_6480567200914144121_n A capa do EP completa o conceito involuntário, transmitindo uma ideia de completude e liberdade. Carlinhos conta que a ideia surgiu durante uma viagem ao sul da Irlanda, onde fotografou um amigo em um momento espontâneo. Ao ver o resultado, tentou reproduzir e não conseguiu a qualidade desejada. Mas não desistiu e voltou posteriormente com um fotografo ao mesmo lugar, com a mesma roupa para recriar a mesma atmosfera da ideia inicial. Movimento de resistência pela arte Em São Paulo, Carlinhos sente que há um avanço na forma de se pensar e trabalhar a arte. Para ele, ainda é preciso melhorar muito, mas já estamos no caminho. “Eu acho que o que precisa ser feito é o que está sendo feito”. Ele vê na geração de artistas que se une, se encontra, se organiza, uma espécie de “movimento de resistência pela arte”: “A gente tá se unindo contra um mercado fonográfico totalmente monopolizado. Até o alternativo tem mainstream. Com um mercado totalmente fechado, o que sobra mesmo é a música.” Seu objetivo é que o próximo disco mostre a relação com as grandes cidades, assim com São Paulo que foi uma da suas primeiras inspirações pela diversidade de sons e ritmos. “Eu vejo São Paulo em várias cidades.”

Ouça “Turista”:

Add subtitle text

Ainda essa semana você confere diversos conteúdos especiais em comemoração ao aniversário do Armazém! Acompanhe no link.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s