cidade / Literatura / São Paulo das Culturas

Cidade das culturas: Em volta da fogueira

São

Mudança gradual de comportamento tira o paulistano de casa e o leva a ocupar o espaço público. Confira uma série de matérias sobre cultura como processo de ocupação do espaço público e direito à cidade

*Por Meiri Farias

A vela no centro do palco representa a fogueira e todos dentro do pequeno teatro são, por uma noite, parte de uma tribo que se prepara para absorver um pouco da sabedoria ancestral que é perpetuada por meio da tradição oral. De olhos fechados para aguçar os outros sentidos, o único som que se escuta na biblioteca Hans Christian Andersen, localizada no Tatuapé, é a voz da índia Chirlei Almeida.

01_Contadores no Festival A Arte de Contar Histórias

A história da Caipora é uma das primeira narrativa da abertura do Festival “A arte de contar histórias”, esse ano também chamado de Mbya Kaujo Mobeua, graças a inspiração e temática na cultura indígena. O Festival, que chega a sua décima primeira edição, é promovido pelo Sistema Municipal de Bibliotecas e circula por unidades de todas as regiões da cidade, além de serviços de extensão como Pontos e Bosques de Leitura e roteiros dos Ônibus-Biblioteca.

01_Heloísa Bonfati e Alice Bandini no Festival A Arte de contar Histórias

Heloísa Bonfati e Alice Bandini no Festival A Arte de contar Histórias

­­Como todas as atividades promovidas pela coordenadoria do SMB, o Festival carrega a vontade e a necessidade de transformar os equipamentos públicos em espaços de convivência e cultura. “A gente só vai melhorar o espaço público, quando a gente começar a ocupar de verdade. Não tem como brigar se a gente não está nele”, explica Heloisa Bonfanti, coordenadora da divisão de Programas e Projetos do Sistema, durante a abertura. Heloisa conta sobre as dificuldades, inclusive financeiras, que a Secretaria encontrou para manter o Festival, mas enfatiza a participação da comunidade para que o evento não se perca. “A coisa já está consolidada quando a população não abre mais mão daquilo”, completa. E as histórias se espalham pela cidade como a chama da vela que passa por cada contador, até a hora da fogueira apagar.

Acompanhe a programação completa do Festival e outras atividades da SMB

** A matéria faz parte de uma reportagem realizada para o curso “Repórter do Futuro – Descobrir São Paulo, Descobrir-se Repórter”. Até sexta publicaremos um “capítulo” por dia, não deixe de acompanhar. Amanhã o tema é o a restauração do Casarão da Celso Garcia.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s