Dica de segunda / Questão de Opinião / Radinho da Bia

Dica de Segunda: Radinho da Bia VII

*Beatriz FariasDica

Como fechamos o mês de setembro sem citar o que mais rolou na caixinha de som, a sétima edição do “Radinho da Bia” é cumulativa! Friso que a diversidade de sotaques não foi proposital, talvez o subconsciente mostrando que adentrar a canção também é fazer uma viagem. Você confere agora os discos que deram orientação e graça maior a esses dois meses!

Radinho da Bia VII

-Desa – Desanuviar

Nome mais acertado de disco não há. A música de Desa tem uma grandeza proveniente da verdade que promove e do aconchego de sua voz – sotaque remetente a essa palavra incalculável de ser “lar” -, somando isso, o impedimento de que as nuvens se acomodem é nítido. Sol que não arde, aquece.

Ouça o CD completo:


-Leo Middea – Dois

Conheci o disco “Dois”, lançado em 2014 por meio de “Valsa”, canção presente na edição anterior do Radinho. Na tentativa de adjetivar menos e ser mais concreta é perceptível que mesmo na calmaria que as canções “aquarelam” (palavra baseada na arte feita em aquarela, inventada para justificar uma sensação que ainda não tinha ouvido em lugar nenhum) no ser, é impossível não falar dessa surpresa que derrama do que se ouve. “Dois” é um susto de se desprender da mesmice e voar em si.

Ouça o CD completo:


-Banda Voou – EP

Por indicação de Meiri Farias ouvi a primeira canção intitulada “Peraí” e pega desprevenida em momento de confusão, ouvi em modo repetição para ter certeza de que tinha entendido. “Você me olhou com aquela cara de não sei”. Essa espécie de música que engloba uma grande variedade de assuntos é algo de muito pessoal para estas que aqui escrevem, um gosto que vai além de grandes sentidos, e se fez claro nas outras três canções. “Tá tudo doido, tudo errado mas eu te encontrei”.

Ouça “Peraí”:

*Para ouvir as outras canções do EP acesse o canal da banda aqui.


-Phill Veras – Carpete

A voz de Phill Veras é poesia por si só. Que seja cantarolando “dó, ré, mi, fá, fá, fá” ou uma de suas revoltas “porque eu não amo ninguém, não!”, tem um negócio de deixar a alma quentinha que só sabe quem se entrega. A coisa é que não para por aí, já que caso alguma parte de si não tivesse entrado no processo de fusão em “Gaveta”, temos uma prévia do que será logo na primeira canção de “Carpete”. Porque até a escolha de nome dos disco do maranhense é o despertar da vida sensorial.

Ouça “Sorriso ao Sono”:

*Para ouvir as outras canções do CD “Carpete” clique aqui.
**O canal apresentado não é oficial do artista.


Pietá – Leve o Quiser

A sensação que tenho ao ouvir Pietá é que a força divina da canção chega ao ápice. “Leve o que Quiser”, o primeiro disco do projeto, tem uma qualidade que vai além de boa produção ou aptidão de instrumento e voz (tudo isso eles tem aos montes, claro), sua audição é a síntese de catarse, esse poder inexplicável de modificarmo-nos sem que ao menos tenhamos notado.

Ouça o CD completo:

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s