Dica de segunda / Questão de Opinião / radinho / Uncategorized

Dica de Segunda: RADINHO I (2016)

*Por Beatriz FariasSem Título-1

E o RADINHO voltou para aquecer nossos ouvidos e corações! Tivemos algumas mudanças técnicas como nome/layout e aprimoramos a ideia, então se você estiver ligado na página do AC  no Facebook vai perceber que durante a semana divulgamos músicas que estamos ouvindo no momento, uma extensão daqui. Como não tivemos RADINHO de Dezembro e em Janeiro a programação foi especial, as canções – ou discos – selecionadas foram uma junção desses três meses. E lá vamos nós!

3

4

A junção do poema de Alberto Caeiro com canção Vinicius de Moraes são envoltos em uma melodia estranhamente bonita. Essa peculiaridade vem de sua tristeza que não machuca, a forma com que Nina Oliveira reconhece a letra aceitando com doçura o acordo: “a realidade não precisa de mim”. Já Rubel colabora em sua característica maneira grandiosa de tornar simples a intenção: “é melhor ser alegre que ser triste felicidade é a melhor coisa que existe”. E é.

5

Leo Middea (já tão citado nos radinhos do ano passado) tem uma intertextualidade específica em suas músicas, e se isso foi o que me interessou de imediato ao apreciar seu som aqui teve efeito contrário. Ao conhecer “Ciranda” fui tomada de tão grande curiosidade sensorial que não pude me apegar no destrinchar de letra. Gosto de não decorar as palavras pois sou encaminhada pela leve impressão de descobrir aos poucos de onde vem tanta graciosidade.

6

Essa canção é mais um exemplo do que se descobre em rede social e ganha o momento como se sempre tivesse ouvido. Com gosto de nostalgia, namoro em domingo a tarde e sorvete de saudade, a verdade, ainda que dita muito sinceramente, carrega uma suavidade que não espanta. “Quem não sabe o que é bonito nunca viu eu e você”, de Fernando Temporão, e pronto, conforto sussurrado no pé do ouvido e coração aquecido da vontade de ouvir de novo.

7

Sim, coloquei o disco completo para audição porque não, não consegui escolher uma música só. Lançado há algumas semanas, o disco tão esperado não decepciona em nenhum aspecto. A produção impecável e parceria certeira dentro de canções bem escolhidas fazem aparecer um amadurecimento musical e o surgimento de novas possibilidades, fortalecendo a ideia de que Paulo Novaes tem muito a contribuir para nossa música.

8

Incluir a trilha sonora de Leo e Bia não é necessário simplesmente pelo tanto de vezes que escutei. É de importância absoluta conhecê-las para além do que o longa exibe já que essa audição atenta torna mais bonita ainda a apreciação e o contexto em que se é envolvido pela obra. O trabalho de Oswaldo Montenegro já é grandioso por si, mas ao convidar com inteligência os certeiros intérpretes, alcançou-se uma sensibilidade que só pode vir da coletividade mesmo. É cada pedaço que torna o todo tão especial.

 

 

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s