1 Resenha Por Dia / Música / Questão de Opinião / Uncategorized

1ResenhaPorDia: V O A (Larissa Baq)

9


*Por Beatriz Farias

“Pies, para qué los quiero si tengo alas para volar?” foi o questionamento de Frida Kahlo, em uma frase muito utilizada atualmente pelo poder de evocar liberdades que possui. Por essa razão foi aqui significada para anunciar o assunto de hoje. O primeiro disco de Larissa Baq apresenta semelhanças com a ideia da artista, já que discorre de uma necessidade de palavra pequena o suficiente para acomodar seu significado infinito: “voa”.

13652826_943130202464675_1940947120_n

O imperativo “voa” com tantas forças existenciais acarreta uma linha tênue entre o medo e a beleza em todas as suas dimensões de significados. Um pulo é sempre carregado do risco em expor-se inteiramente às intempéries já que estar aberto demais é de correr perigos – pergunte aos pássaros. Dado a série de dissertações em se atirar às permanências e partidas, flertando com o acaso e sabendo da perspectiva de queda, questiona-se o por quê de então realiza-lo. A resposta que a cada um se dá em um motivo pessoal é a mesma transcrita no disco repleto de experiências, sensações e convites a tirar os pés do chão também.

A maneira com que o disco foi viabilizado já indica um lado do voo: concordar que outras pessoas impulsionem seu movimento. “v o a”, que foi lançado via financiamento coletivo transparece muito da coragem em aceitar partilhas ao longo do que é caminho. Essa compreensão da importância de unir forças também aparece nas participações especiais, dentre elas estão Pedro Altério, Felipe Roseno e a rapper inglesa LyricL, fora a produção, que além da própria Larissa ficou por conta de Michi Ruzitschka.

13664301_943130402464655_1665522765_n

Foto: Rafael Roncarati

Na entrevista que deu ao Armazém de Cultura no começo do ano, Larissa comenta sobre ser multi-instrumentista e desde muito jovem ter se envolvido com a música (confira a matéria completa aqui). No disco, a intimidade com os sons se faz presente pela variação de melodias, permeando desde particularidades em ruídos a experimentações ricas na variedade de instrumentos. A impressão de grande exploração dos sons evidencia a ideia de se permitir dentro das canções, são músicas que permeiam vários espaços. Desde a dançante “Ver tu dançando” com cheiro de festa, até reflexões mais específicas a respeito da urgência de humanidade que lava a alma de tão precisa.

Se os sons que saem da cantora são ricos em liberdade de expressão, a sua escrita não busca caminho oposto. A poesia de Larissa tem um dom de comunicação pela fala sem rodeios do que já não cabe guardar – a faixa “Bocas”, por exemplo, escancara o sentimento com uma simplicidade desconcertante: “não me dê satisfações, me dê beijos”. Trata-se de desejos – ou, para dizer no vocabulário de “v o a”, as “querências” -que as vezes de tão largos e repletos de carinhos transbordam, podendo até imergir em outro idioma, como no caso da delicada “Portuñol”.

13672231_943131132464582_46960306_n

Foto: Divulgação/ Luccas Martins

Demonstrando a outra face de um voo, a canção “Clara” indica o equilíbrio entre a frase de Frida (citada no primeiro parágrafo) ao amarrar as pontas alegando a precisão “hay que tocar el mundo con tus pies”, sem que uma “avesse” a outra, as duas se complementam. O sentido não vem da música simplesmente falar que é necessário deixar a zona de conforto, ir atrás. Mas muito pessoalmente recebo como um convite para tocar as coisas. Pisar e sentir, não simplesmente admirar a paisagem de cima, porque voar nem sempre é uma questão de locomoção externa e no fundo, tudo é sempre uma questão de coragem a dar o salto.

Ouça o disco “v o a” :


 

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s