Recortes!

28!

Logo Recorte

*Por Talita Guimarães

1. Encarar a vida com amor e coragem;

2. Resistir ou resistir;

3. Ser meiga, mas não estar para brincadeira.

7f238d9c-6b2f-493b-8e0f-cb24db3a6b9b

Arte: Talita Guimarães

Provavelmente há bem mais do que estas três resoluções entre tudo o que aprendi entre agosto do ano passado e este agosto que se encerra hoje, completando meu vigésimo oitavo ano de vida.

Contudo, são especialmente estas três posturas que melhor resumem como vivi meu último ano, entre projetos pessoais, relacionamentos e tomadas de decisão. Graças aos desafios propostos pela vida e aos compromissos assumidos por mim mesma diante de cada um deles, posso afirmar sem hesitação que estive imersa em um ano de muito amadurecimento e reconhecimento do meu tempo e lugar no mundo. Um ano de desenvolvimento e contato íntimo com tudo o que há de mais meu.

Tempo de gerenciar minhas próprias decisões, assumir posições publicamente e ser responsável pelo modo como lido com a vida. E isso não desconta a parcela de participação da família e dos amigos na formação de quem sou e como vivo, mas denota que crescer tem a ver também com acolher e elaborar tudo o que absorvemos com o convívio para nos transformar em quem somos.

Ao revisitar minha trajetória, percebo que com o avançar dos anos fui superando a mim mesma em vários quesitos e incorporando novas formas de lidar com o que acredito e o que a vida me fornece. Estar em dias consigo é um dos melhores presentes que podemos receber a cada ano de vida.

Vida, essa balança sensível, que raramente se equilibra, assim como as relações humanas, ligações complexas que quase nunca se mantém em sintonia. Existência que requer amor e coragem.

2017 - Aspas_Recorte.jpg

E resistência, para uma postura combativa que não se abate diante das contrariedades, tampouco se nega a enfrentar as adversidades que atravancam nossos caminhos.

Nesse sentido, aprendi que resistir não significa bater cabeça na mesma coisa ignorando os sinais de que algo saiu dos conformes. Muito além de insistir, resistir tem a ver com adotar novos caminhos para atingir o que se pretende, ou com o mais parecido possível do que se almeja. É quando tudo ao seu redor aconselha a desistir, que resistir se faz necessário. Quando seus planos não obtém o retorno desejado e você precisa aprender a rever suas estratégias. Porque resistir requer humildade para reconhecer quando é preciso recuar para avançar.

Foi revelador, o momento em que sem prévias elaborações declarei em alto e bom som: “é, não há outra opção. É resistir ou resistir!”, enquanto falava sobre a trajetória do projeto Literatura Mútua, que idealizei e faço a mediação há um ano em São Luís.

Graças ao ano imersa no LM, muito aprendi sobre escuta e partilha, amor e coragem, resistência e identidade.

Diante dos inúmeros desafios que realizar um projeto social sem fins lucrativos com recursos próprios impõe, reconhecer quem sou e o que posso de fato fazer no mundo foi uma das maiores belezas acesas pelo projeto ao longo desse ano.

Assim como saber que finalmente a série road movie de TV que produzi com parceiros locais da minha geração já está indo ao ar* pela TV Cultura um ano após a conclusão da insana e maravilhosa viagem de produção São Luís – Montevideo, me coloca plenamente satisfeita com as escolhas que fiz nesse período.

Tanto quanto sou feliz e grata por estar por aqui pelo Armazém um ano mais, com meus textos e desenhos semanais que me ajudam a dar conta do mundo e de mim nesse diálogo com vocês.

Se hoje chego aos 28 anos com uma carinha insuspeita que pouco revela do que sou capaz, não quer dizer que eu já não saiba de mim o mínimo suficiente sobre meus potenciais. A dica é simples e o entendimento é descomplicado: sou meiga sim, mas não estou para brincadeira.

No mais, que venham os 29! Com muito mais amor, saúde, coragem, paz, resistência e gratidão à vida que nos aguarda a todos nós.

*”O dia em que nos tornamos terroristas” está sendo exibida toda sexta às 4h pela TV Cultura e afiliadas. 


Perfil Talita

Talita Guimarães: Ensaios em Foco | Instagram | Twitter

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s