OSCAR2018 / Questão de Opinião

ME CHAME PELO SEU NOME: A delicadeza dos amores de verão

Logo Questão de Opinião

*Por Guilherme Guimarães

*********************SPOILER ALERT*********************

90O-90SCARS_LOGO_OSCARGOLDlrg

A adaptação cinematográfica da obra de André Aciman, dirigida por Luca Gadagnino mostra uma situação de amores de verão, perfeitos, inesquecíveis, porém, efêmeros. Me chame pelo seu nome (Call me by your name, 2017) traz para as telas o breve romance entre Elio (Timothée Chalamet) que tem sua rotina rapidamente mudada com a chegada de Oliver (Armie Hammer), assistente de trabalho do seu pai. Apelidado de “Ursupador” por ter que dormir no quarto de Elio e o jovem se ver obrigado pelos pais a dormir no quarto ao lado e compartilhando um único banheiro com Oliver, ambos têm uma relação distante, até que os sentimentos aparecem e os fazem se aproximar.

Crédito - Sony Pictures Classics

Não há como negar que o filme tem um forte impacto emocional no público, mostrando com semelhança as situações de qualquer um que passou por complicações amorosas, em especial, em pessoas que passaram por um período de se descobrirem pertencentes à comunidade LGBTQ+ e se aceitarem, situação que acomete Elio em grande parte do filme. Ao decorrer de sua descoberta Elio sente-se divido entre os leves sentimentos que sente por Oliver, dos quais, superam sua rápida, porém, especial relação que tem com sua amiga Marzia (Esther Garrel), até a metade da trama.

Leia também | #OSCAR2018: Os filmes do ano

1

A trilha sonora é excepcional, as músicas que Elio toca no piano em vários períodos do filme, com notas rápidas e de tom intenso são um reflexo do que se passa em seu interior, dentre eles o de aceitar seus sentimentos por Oliver. ademais bastou fechar os olhos durante uma das músicas do filme para me sentir no cenário em que se passa o filme.

Recebendo, respectivamente, os prêmios de melhor(es) Ator, Ator/Atriz revelação, Filme e Melhor adaptação, por grande parte das críticas especializadas o filme é com certeza é um forte concorrente ao Oscar, após o sucesso de “Moonlight – sobre a Luz do Luar” e “Azul é a cor mais quente”, filmes que se tratam de descobertas e temáticas que fogem da heteronormatividade no meio cinematográfico tem ganhado espaço na academia, e levam maior visibilidade à assuntos, que se tornam necessários atualmente. O filme tras consigo fortes chances de ganhar uma de suas indicações ao maior prêmio da 7º arte, com suas atuações impecáveis, em destaque, a de Timothée Chalamet.

Crédito - Divulgação Cena do filme

Me chame pelo seu nome, e um filme difícil de se esquecer, em especial pela icônica cena do pêssego, do tipo que afaga nosso coração com o romance entre Elio e Oliver para no fim nos dar um soco no estômago com suas cenas finais, mostrando o fim aparentemente definitivo do romance entre eles.

Leia também | LADY BIRD: Crescer é agridoce

CONFIRA O TRAILER:


3

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s