Sobre

1-2


Nossos links:

Armazém de Cultura: Facebook | Twitter | Instagram

Nossas editorias fixas:

Abre Aspas Cotidianas | Questão de Opinião | Dica de Segunda Recorte

O Armazém de Cultura nasceu de pequenas insatisfações. “Esse jornal não traz informações relevantes”, “esse site não atrai a atenção”, “essa revista não me leva a reflexão”. O Armazém é um projeto que começou a ser fecundado em 2011, quando Meiri Farias colocou o pé na faculdade de jornalismo pela primeira vez, mas o nascimento definitivo da ideia demorou um pouco mais para sair.

Em julho de 2014, nossa jornalista fez o curso Jornalismo Cultural do Centro Universitário Belas Artes, um curso de extensão, curtinho, mas que mudou nossos caminhos desde então. A atividade principal do curso consistia em criar um blog para apurar pautas de jornalismo cultural decididas e aula. Tomada por seus habituais impulsos megalomaníacos, Meiri viu então sua oportunidade de juntar o útil ao agradável, necessário, indispensável e eis que nasce o Armazém de Cultura.

Desde então, muita coisa mudou na nossa forma de pensar e produzir o blog, mas mantemos o nosso principal objetivo: Trazer o melhor conteúdo de jornalismo, arte e opinião, sempre preocupado com a reflexão e interpretação que está tão em falta em nosso jornalismo “tradicional”. Priorizamos conteúdo nacional ao que se faz na gringa, independente a gravadora, crowdfunding a editora, o de graça ao superfaturado, o novo ao consagrado, mas não nos amarramos a regras que possam empobrecer nossas publicações. Não deixamos de falar de um livro, música ou filme internacional bacana, desde que seja claro que o filtro usado para tratar do assunto é brasileiro e nosso ponto de vista sempre será acompanhado de um repertorio histórico e cultural absolutamente nacional. Não deixamos de falar de uma artista referência, desde que o contexto exija. Nossas prioridades não excluem as exceções.

No meio do caminho, outra Farias se juntou a essa feijoada. Beatriz começou como colabora esporádica na coluna “Dica de Segunda” e foi ficando sem saber como ficar e sem ter como sair. Seu texto, mais literário e confessional, traz poesia, humor e beleza semanalmente para o blog e sua atuação já se estende para coberturas e outras matérias. Em 2017 teremos ainda mais novidades da menina que não é formada, não tem curso superior e não tem vergonha de escrever em terceira pessoa fingindo que não é ela.

Quebrando a ideia de que texto na internet só pode ser curto e superficial, nossas matérias se estendem para atender as nossas necessidades e a de vocês. Mas sem ignorar as tendências que a rede impõe, valorizamos o conteúdo colaborativo e nos esforçamos para que o Armazém seja um espaço de produção democrática de conteúdo e conversa aberta a qualquer pessoa que queira debater. Para contribuir com resenhas, artigos e colunas, ou propor temas e sugerir pautas, entre em contato conosco pelo e-mail armazemdecultura@gmail.com.

O Armazém segue sem amarras a padrões endurecidos, se esforçando para produzir um jornalismo ético e responsável, mas que se permite criar sem ilusões de isenção absoluta ou até mesmo objetividade. Somos seres subjetivos e se a informação não nos atravessar, não há sentido publicar. Enquanto as pequenas insatisfações permanecerem, enquanto a necessidade de transformar algo, que seja nossos textos, nosso conteúdo, nossa mentalidade e um pouquinho ao nosso redor, continuaremos. E contamos com a colaboração de vocês. Pode entrar, fique a vontade. A casa é nossa!

Saiba mais sobre as editorias do Armazém no link.

2-2


1


2


3


 

Linha do tempo gráfica do AC

2014 

aaaa  ac

 

2015/2016

add-subtitle-text  1

 

2017

cropped-21.png

11 logo-geral-amarelo  logo-geral-roxo

 

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s