Abre Aspas / Literatura / Música / Teatro / Uncategorized

Rico Ayade: Operário a Serviço da Arte

*Por Meiri Farias Rico Ayade não faz distinção dentro da arte. Entre a música, teatro e literatura, o artista se considera um instrumento que recebeu um chamado. “Um operário mesmo, que está ali a serviço do que ela (arte) me requisitar.” Seu projeto mais recente, o livro “Um Passarinho me Contou”, parceria com Matheus Ribs, … Continue reading

1 Resenha Por Dia / Literatura / quadrinhos / Questão de Opinião / resenha / Uncategorized

1ResenhaPorDia: Desenho Invisíveis (Troche)

*Por Beatriz Farias Você que está lendo. Você pessoa que por algum motivo chegou neste link hoje, para começo de conversa lhe pergunto: você é consciente do termo “muiteza” (originalmente “muchness”)? Se a resposta for não, recomendo que antes de avançar na leitura do livro aqui citado faça uma pesquisa na expressão utilizada pelo Chapeleiro … Continue reading

Abre Aspas / Literatura / Uncategorized

Sabryna Mendes: Literatura com aroma de café

*Por Meiri Farias Até os vinte anos não tomava café. O aroma me era agradável e convidativo, mas amargor não despertava simpatia. Esse antagonismo começou a mudar há cerca de dois anos em uma reunião de trabalho que começou muito antes da minha mente acordar: por acaso do destino deixaram a garrafa de café bem … Continue reading

Dica de segunda / hq / Literatura / quadrinhos / Questão de Opinião / resenha / Uncategorized

Dica de Segunda: Navio Dragão (Rebeca Prado)

*Por Beatriz Farias O primeiro texto da Dica de Segunda é também a penúltima das resenhas dos livros comprados na Comic Con (e a nossa maior certeza de compra antes de adentrarmos o espaço). Por problemas com agenda, adiamos para essa semana sua publicação, e como recomendo fortemente o quadrinho, faz sentido que tenha parado … Continue reading

hq / Literatura / quadrinhos / Questão de Opinião / Uncategorized

Harmatã de Pedro Cobiaco: A arte como mergulho em si

*Por Beatriz Farias A ideia inicial enquanto pensava nessa resenha era começar apresentando o significado da palavra do seu título “Harmatã”, para quem, assim como eu ao me deparar com a obra não sabia do que se tratava. Ao reler a história porém  mudei de ideia e fui-me justificada de seu sentido subjetivamente, sem que … Continue reading